Caio Focássio, cirurgião vascular, de São Paulo, desmistifica suas causas mais conhecidas