Se você já tentou de tudo para mudar seu estilo de vida, mas não está satisfeita, o wellness coaching pode te ajudar. Conheça o método que vem se popularizando no Brasil!

Texto Ana Araujo e Marcela Zanetti | Adaptação Ana Paula Ferreira

O conceito de wellness coaching vem se popularizando no Brasil.

Foto: Shutterstock

Você já tentou de quase tudo para mudar seu estilo de vida, mas não está satisfeita? Talvez o segredo seja mudar a cabeça. O conceito de wellness coaching vem se popularizando no Brasil ao usar preceitos da psicologia para identificar motivações, hábitos e expectativas capazes de auxiliar na aderência a uma rotina com mais saúde e bem-estar e na conquista de objetivos como emagrecer, sair do sedentarismo ou melhorar a composição corporal. 

“O coach é um profissional que pode ajudar a encontrar saídas para as dificuldades e pensar em possibilidades que devem funcionar para cada pessoa”, resume o médico Luiz Fernando Sella, especialista em Medicina de Estilo de Vida e diretor do Spa Rituaali, no Rio de Janeiro. O médico dá algumas dicas para entender melhor como o método funciona e, com isso, avaliar se pode ser uma boa alternativa para as mudanças que você deseja:

Compartilhe
Pessoas que a amam não a deixarão desistir e colocarão a motivação lá em cima toda vez que o desânimo bater. Vale chamar os amigos para treinar junto e desabafar sobre as dificuldades, assim, um encoraja o outro. “Isso pode ser feito tanto pessoal quanto virtualmente por apps e sites que possibilitem essa troca, o importante é encontrar soluções para, juntos, transporem os obstáculos”, completa o médico.

Trace metas realistas
Nada de querer ir do 0 ao 100 em apenas uma semana, pois isso só resultará em frustrações e desistência. Depois de definir o alvo, veja como pode “desmembrá-lo”, estabelecendo objetivos intermediários. Por exemplo, se quiser emagrecer 10 kg, estipule a perda de 2 kg por mês ao longo de cinco meses.

Escreva seu plano de mudanças e deixe-o em local visível
Pode ser no espelho do banheiro, papel de parede do computador, aplicativos, porta do guarda-roupa... o importante é que ele esteja registrado em algum lugar que a faça lembrar constantemente da sua meta, assim, as chances de abandono (e de esquecimento) diminuem drasticamente.

Avalie seu estilo de vida
Analise o que você come e seu condicionamento físico e detecte o que não está funcionando. Então, faça um brainstorm de possibilidades, encontrando os caminhos mais fáceis e práticos para resolver as falhas. “Assim, é mais certo que você manterá o hábito de maneira sustentável”, justifica.

Prepare-se para cair e aprenda a levantar
Ninguém é perfeito – e você não pode exigir de si mesma que seja. Então, nada de jogar tudo para o alto só por uma escorregadinha, ok? Se você pulou o treino um dia, não desista do resto da semana. “Uma vez é melhor que nenhuma. Se a meta era marcar presença três vezes, mas você foi duas, já cumpriu quase 70%”, incentiva Sella.

Quer saber mais sobre estilo de vida? Então corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!