Contamos para você as principais características dos dois tipos de patins mais utilizados, assim, você não escorrega na escolha. Confira e bora deslizar por aí!

Texto Bárbara Rossi | Adaptação Ana Araujo

Como escolher o melhor patins

Tradicional ou inline: saiba qual par de patins escolher

Ilustração: Jorge Bin

Na hora de comprar seu primeiro par de patins, procure um modelo com bota confortável e que se prenda bem ao corpo. “Ele deve ser do mesmo tamanho dos seus tênis. Se for maior, pode escapar dos pés e você acabará se machucando”, aconselha Renata Caveiro. Descubra qual é o patins ideal pra você:

Patins tradicional

Como é: é o modelo clássico, com duas rodinhas na altura dos dedos e duas no calcanhar. Os freios ficam na parte da frente das botas.

Para o que serve: o quadrado formado pelas quatro rodas dá mais estabilidade e equilíbrio para quem está começando a andar. O modelo também é indicado para quem prefere patinar em solos planos e praticar patinação artística ou Roller Derby.

Pontos fracos: não oferece muita velocidade e não funciona bem em solos irregulares.

Preço: a partir de R$ 500.

Patins inline

Como é: possui de três a cinco rodinhas alinhadas dos dedos até o calcanhar. Os freios ficam na parte de trás das botas.

Para que serve: o alinhamento das rodas permite que ele ande em altas velocidades e em qualquer tipo de piso. Também é usado em modalidades que pedem a realização de manobras, saltos e curvas fechadas. 

Pontos fracos: exige mais do corpo e pode desencorajar quem está começando.

Preço: a partir de R$ 300.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 321