Você costuma alongar-se antes de praticar os exercícios? Se a resposta for não, confira a importância do alongamento antes de exercitar-se. Saiba mais

Texto Paola Machado | Adaptação Isadora Couto

Veja a importância do alongamento

Foto: Shutterstock

Você chega à academia, guarda seus pertences e logo vai alongar afinal, aprendemos dessa forma, não é mesmo? Mas vou contar uma coisa: nunca alonguei antes do treino. Pois é, sei que é difícil acreditar, mas garanto que nunca tive lesões.

Recentemente o The New York Times  publicou uma matéria relacionada às maiores evidências do alongamento estático– aquele em que você se move até sentir os músculos “repuxarem”, segurando em um apoio e permanecendo na posição durante 30 segundos.

A reportagem concluiu que alongar antes do treino não apenas não previne lesões, como ainda prejudica as respostas de força e velocidade. Separei uma série de estudos que seguem a mesma linha:

Um estudo realizado pela Universidade de Zagreb avaliou 104 pessoas que praticavam alongamentos estáticos antes de treinar. Resultado: a força muscular foi reduzida em 5,5% em relação às que não alongavam.

Ao avaliar um grupo de homens que praticavam levantamento de halteres com alongamento e outro, sem, outra pesquisa descobriu que a extensão completa dos braços era 8,3% menor no primeiro grupo. Após revisar os estudos mais importantes sobre o assunto, o American College of Sports Medicine (ACSM) constatou que o melhor é realizar aquecimentos pré-treino e alongamentos pós-treinos.

A verdade é que o alongamento é uma parte essencial do exercício e está relacionado à melhora de flexibilidade e amplitude do movimento, além de permitir o alívio da tensão muscular e a melhora da fadiga no outro dia.

Porém, as pessoas precisam saber que alongar-se antes do treinamento não ajudará a evitar lesões, muito menos melhorará o desempenho. Como vimos, eles reduzem a força muscular, especialmente em atividades com pesos. Então ao se preparar para um treino, aqueça, não alongue. Faça uma caminhada leve de 10 minutos ou 1 minuto de polichinelos. O aquecimento melhora o desempenho, aumenta a frequência cardíaca (o que auxilia na queima de gordura) e prepara os músculos para o exercício que está por vir.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 315