Confira algumas dicas que vão te ajudar a montar uma playlist ideal para o seu treino

Por Karine César | Adaptação Rebecca Nogueira Cesar

6 dicas para montar uma playlist para correr

Com uma playlist personalizada, a sua corrida vai ficar 

muito mais gostosa

Foto: Caio Mello

Agora é fato: a música que você escuta enquanto malha, corre ou caminha afeta (e muito) o seu desempenho.

Isso ficou comprovado no estudo de Marcelo Bigliassi, professor de Educação Física, publicado na Revista Brasileira de Psicologia do Esporte. Veja algumas considerações do autor.

Para a montagem da playlist

1. Leve em consideração qual é o tipo de exercício que irá realizar, o batimento por minuto (bpm) de cada canção e acrescente à lista músicas que tragam boas recordações

2. Caso não tenha como medir os batimentos da música, o ideal é que ela tenha pelo menos os batimentos próximos da sequência de passadas que você dá

3. Uma música ideal para uma corrida de maior intensidade deve ter, em média, uma variação de 120 a 145 bpm. Já uma caminhada moderada, entre 115 e 125 bpm. Uma caminhada leve deve chegar a até 100 bpm

4. Para os treinos de musculação, prefira as canções motivacionais, pois é muito difícil sincronizar as repetições dos movimentos com a batida da música

5. No alongamento, a playlist deve ser mais calma

6. Não existe uma única música que motive a todas. A escolha é muito pessoal

Revista Corpo a Corpo | Ed. 283