Independente da modalidade, a dança trabalha o corpo e a mente. Veja quais benefícios a atividade possui para a saúde

Texto Yara Achôa | Adaptação Ana Paula Ferreira

A danã oferece benefícios para o corpo e a mente

Foto Shutterstock

Não importa a modalidade: dançar trabalha o corpo todo. Mas não se trata apenas de seguir o embalo da música, não. “A atividade desenvolve equilíbrio, localização espaço-temporal, mobilidade, postura e até memória, necessária para registrar movimentos e coreografias. Tem mais: favorece a criatividade, a autoestima e a socialização, pois acontece em um ambiente descontraído e alegre, permitindo que as pessoas se soltem e interajam umas com as outras”, diz o professor Danilo Lopes, da academia Bodytech Iguatemi, de São Paulo.

Palavra de quem pratica

“Comecei a dançar com dois anos de idade, nas aulas de balé, como praticamente toda menina. Depois fui para o jazz, a ginástica artística, me arrisquei no flamenco e me apaixonei pela street dance. Me tornei professora, coreógrafa e criei a metodologia Divas Dance, uma aula que mistura diversos ritmos e em que os principais objetivos são suar, sorrir e se mexer, com liberdade de ser o que você quiser. Dançar eleva a autoestima, é ótimo para socializar e é uma porta de entrada para desfrutar a vida com intensidade”, Roberta Marques, 39 anos, empresária.

Quer saber mais sobre outras modalidades de esporte? Então corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!