A repórter do CQC, Nathália Graciano, revela que aposta no CrossFit e em uma alimentação com redução de glúten e lactose para tornear o corpo e manter as curvas intactas

Texto: Ana Paula de Araújo | Adaptação: Nathália Henrique

Natália Graciano aposta no CrossFit para manter as curvas

Foto: Fausto Roim

Foi a busca por novos desafios que fez Natália Graciano, repórter do programa humorístico CQC, exibido pela Band, aderir à onda do CrossFit. Antes, já havia experimentado natação por dez anos, boxe por cinco, treinamento funcional e um pouco de corrida. “Achei que meu treino estava fácil demais e decidi buscar algo diferente. Quando entrei em um box (nome das academias da modalidade) pela primeira vez, vi que era exatamente o que procurava”, conta.

Segundo a jornalista, o que a atraiu foi o fato de a modalidade ser intensa e super completa – cardio, levantamento de peso e muito, mas muito abdominal, fazem parte do treino. “Já pegava firme na musculação, mas agora me sinto mais durinha e ainda ganhei volume nas coxas e nos glúteos”, analisa.

Além do CrossFit, que pratica cinco vezes por semana, faz Stand Up Paddle aos sábados e domingos. “Se passo um dia sem me exercitar, fico mal. Adoro fazer braços e costas e acho lindo um corpo tonificado por inteiro. Meu projeto é ficar igual à Sabrina Sato!”, brinca. Já nos cuidados com a alimentação, a gata é categórica: “Não existe day off na minha vida”.

Há um ano conta com a ajuda de uma nutricionista, que lhe sugeriua redução de glúten e lactose. “Como muitos alimentos integrais, frutas e tapioca. Leite, só se for de coco ou amêndoas”, afirma. Para não sair por aí atacando guloseimas, Naty aposta nos chocolates 70% cacau e em pastas de amendoim sem açúcar – “sou viciada, amo mais do que brigadeiro!”, diz. Em 2015, a repórter estrelará seu próprio show de stand up comedy, uma peça sobre O Mágico de Oz e um canal no YouTube sobre alimentação e exercícios.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 312