Na pele da aventureira Amaralina, de Flor do Caribe, a atriz se mostra muito mais segura e revela todos os detalhes para manter o cabelo, a pele e o corpo — e que corpo! — impecáveis

sthefany-brito

A competição no Faustão fez a atriz se apaixonar pela dança
Foto: Divulgação

A paixão pela dança 

Foram dois meses de treinos diários para as apresentações aos domingos, mas que fizeram tão bem ao corpo — e à alma — da atriz que em duas semanas, mesmo com todos os medos (de cair, de se machucar, de não aprender a modalidade da semana), ela já estava aman- do dançar. “Foi amor à primeira vista, pois mesmo sendo treinos puxados de duas horas diárias, eu sentia prazer em fazer. E olha que nunca pensei que fosse gostar tanto”, revela. “Isso sem contar que meu corpo mudou muito: as pernas ficaram torneadas e mais firmes, o abdome, superdefinido, e os braços, fortes”, garante. “Sem contar o pique... Esse foi um caso à parte, pois sou muito preguiçosa. Faço o que for preciso para ficar mais tempo na cama. Mas com a dança, eu tinha muito mais disposição. Não apenas para levantar, mas para o dia a dia. Sem contar que era uma delícia. Você se diverte”, afirma. A atividade fez tão bem a Sthefany que tão logo consiga um tempinho na agenda, ela pretende voltar. “Só não sei se consigo seguir um ritmo de dança de salão normal, pois me acostumei tanto com aquelas aulas mais pesadas que qualquer modalidade mais paradinha, sem grandes desafios ou riscos, acho que desisto”, entrega. 

Driblando a preguiça 

Mas enquanto Sthefany não volta a dançar, para não perder o tônus e a definição conquistados na dança, ela voltou a malhar. “Eu confesso que nunca será a mesma coisa. Apesar da musculação dar resultado e ser um mal necessário, vamos combinar que ela é bastante monótona, não é?”, reclama, rindo. “Por outro lado, também há outros benefícios, pois melhora o meu sono e também aumenta a disposição para o dia a dia”, afirma. “Bem, mesmo não tendo aquela vontade de treinar, procuro não faltar às minhas três horas de aulas semanais”, admite a atriz que está gravando a pleno vapor a novela Flor do Caribe.

E a bela revela o seu segredo para não faltar às aulas: “Além de o professor ficar me ligando para cobrar que eu vá, uso um artifício que qualquer pessoa pode seguir: malhar à noite. Como sou superpreguiçosa para acordar cedo e ir à academia, meu truque é sair do Projac direto para o treino. Já carrego a mochila no carro de manhã, porque assim não tem erro. Se passo em casa antes, adeus! Não vou mesmo”, diz, rindo.“Para agilizar o processo, no Projac mesmo eu já tomo um suco de frutas ou como um sanduíche simples e vou treinar”, afirma. “Quando estou muito cansada, lanço mão de um energético, como uma cápsula de guaraná em pó, e sigo para a academia”, revela a atriz. “Como eu não quero aumentar a massa muscular, apenas tonificar, trabalho todos os grupos musculares, mas principalmente o das pernas, do bumbum e do abdome. E sem pegar pesado, apenas aumento o número de repetições (de 12 a 15), com pouco peso”, garante.

Pele fresh, sempre!

É só tomar sol sem proteção ou ficar muitas horas sob a luz fria do estúdio que logo as manchinhas dão o ar dagraça. Então, depois de fazer um tratamento para clareá-las,Sthefany decidiu evitar ao máximo se expor ao sol e também não abre mão do filtro com FPS 50. E para ajudar a manter o rosto livre de imperfeições, ela tem realizadolimpeza de pele com regularidade. “Desde que comecei a fazer, minha pele melhorou muito. Eu superindico!”

Embora as cenas da novela Flor do Caribe sejam feitas em sua maioria ao ar livre, com luz do dia, e por essa razão a maquiagem seja mais leve, ainda assim, para evitar que a tez se sensibilize mais — já que é oleosa —, Sthefany sempre que pode retira toda a maquiagem, para preservá-la. “Eu deixo a maquiagem só dos olhos e da boca, mas do rosto eu retiro com demaquilante e borrifo água termal. Esse truque ajuda — e muito — a segurar um pouco a oleosidade”, confidencia.