Se você faz regime há tempos, mas nada de emagrecer, preste atenção: sua dieta pode estar engordando você! Conheça as 5 atitudes que você deve banir

Texto Amanda Nicácio | Adaptação Ana Araujo

Saiba quais atitudes fazem a dieta engordar você

Esses hábitos podem mandar sua dieta por água abaixo!

Foto: Shutterstock

Nem toda dieta é sinônimo de perda de peso. Saiba em quais situações ele pode colocar suas metas por água abaixo:

1. Excluir um grupo alimentar

Segundo estudo publicado no jornal da Sociedade Americana de Psicologia, 7 em cada 10 pessoas que tomam essa decisão somam mais pontos à balança do que tinham antes de iniciarem a dieta. “O corpo precisa de todos os nutrientes para funcionar bem, e quando há a exclusão de um deles, a tendência é que a pessoa desista do regime e volte a comer aquilo que tinha abandonado tanto quanto antes – ou, muitas vezes, em quantidades maiores”, afirma o nutrólogo Daniel Magnoni, de São Paulo.

2. Ingerir apenas líquidos

Não tem jeito: se você beber apenas sucos e shakes, uma hora ou outra seu organismo sentirá vontade de consumir algo sólido – e, quando esse momento chegar, você vai querer devorar tudo o que encontrar pela frente. “Nós criamos o hábito de mastigar desde cedo, então é claro que sentiremos essa necessidade”, explica Daniel. Para piorar, a dieta líquida causa fraqueza e não fornece a energia necessária para encarar as responsabilidades do dia a dia.

3. Não ter prazer à mesa

Se a pessoa se sente obrigada a seguir um cardápio repleto de alimentos dos quais não gosta, logo, logo ela irá sair por aí beliscando snacks muito mais calóricos, como bolachas, balas e salgadinhos. “É muito importante que a dieta contenha itens que proporcionem prazer, caso contrário ela desistirá em pouco tempo”, ressalta a psicóloga Julia Bittencourt, do Rio de Janeiro.

4. Comer a mesma comida todos os dias

Aqui, o problema é a carência de vitaminas e minerais. “Como o corpo fica sem saber se vai receber ou não outros nutrientes, ele passa a fazer reservas. A consequência, claro, é o acúmulo de gorduras”, diz Daniel. Há também o risco de o organismo não receber a quantidade diária de fibras necessárias, o que pode causar prisão de ventre e problemas digestivos. Diversifique, sempre!

5. Ter que abrir mão da sua comida preferida

“Quando isso acontece, há o que chamamos de mecanismo de compensação, ou seja, a pessoa passa a consumir outros alimentos para saciar a vontade e acaba ingerindo muito mais calorias do que se aplacasse o desejo”, conta Daniel. Dica: diminua as porções do seu alimento predileto aos poucos, assim você não precisará abrir mão dele. “Sem radicalismos é mais fácil obter sucesso. Você pode comer um pouco de tudo, desde que seja sem exageros”, garante.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 322