O peeling caseiro é fácil, rápido e indolor. Veja como aplicar o produto e renove a pele em poucos minutos

Reportagem: Helena Dias e Rita Albuquerque

Fazer um peeling caseiro pode ser uma ótima opção para quem acha o peeling tradicional muito agressivo. Esse método não causa descamações nem vermelhidão. "O peeling caseiro promove a renovação celular e melhora a textura da pele, deixando-a mais macia e luminosa", explica Cíntia Mendes, gerente da Clinique do shopping Morumbi (SP).

Ideal para todos os tipos de pele, o peeling caseiro pode ser feito uma vez por semana, e não é preciso se privar do sol após o tratamento. Ele é ideal para aquelas ocasiões em que você quer dar um up no visual, antes de uma festa ou balada. "A aplicação também ajuda a fixar a maquiagem, pois a pele fica mais lisa e aveludada", explica Cíntia. 

Outra vantagem: se aplicado na pele bronzeada, ele não corre o risco de causar descamação, apenas um clareamento no tom da pele. E tem mais: "O peeling ajuda a melhorar a textura da pele com acne, deixando-a mais macia e aveludada", analisa a gerente.

Para aplicar o peeling caseiro, a pele deve estar limpa, sem maquiagem e impurezas.

Assista ao vídeo e veja o passo a passo do peeling caseiro

1º Passo - Lavar com sabonete adequado para o seu tipo de pele.

2º Passo - Aplicar o peeling caseiro no rosto com movimentos suaves. Deixe agir por 5 minutos.

3º Passo - Retirar com água morna ou fria, no chuveiro ou na pia. Pode usar um algodão também.

4º Passo - Após retirar todo o produto, pode aplicar seu tratamento de costume e  passar a maquiagem de preferência.