Entenda quais componentes de produtos para o rosto você não deve combinar, para não prejudicar sua pele

Texto Bárbara Rossi | Adaptação Rebecca Nogueira Cesar

Rosto

Alguns produtos para o roto não devem ser usados juntos

Foto: Danilo Borges

Combinar os produtos certos faz maravilhas pela nossa pele. Um sérum poderoso seguido de um antioxidante, um hidratante e, por fim, o protetor solar parece ser a rotina ideal – mas não é tão simples assim. Passar uma série de fórmulas sem saber como agem juntas, no entanto, é bem perigoso.

“Certos ativos anulam os efeitos de outros. Algumas combinações, na verdade, até prejudicam a pele”, explica Roberta Bibas, dermatologista (RJ). Conheça algumas delas:

Ácido salicílico e ácido retinoico: Ambos possuem efeito esfoliante e são ótimos para tratar a acne e renovar a tez. Mas não se engane: o mix de ácidos pode ser agressivo, causando vermelhidão e até descamação. Se o uso dos dois for necessário, aplique um pela manhã e outro, à noite.

Vitamina C e alfa-hidroxiácido: O segundo, ativo poderoso antirrugas, altera o pH do primeiro, fazendo que suas propriedades antioxidantes se tornem ineficientes. A agressão pode ser grande em peles mais sensíveis.

Alfa-hidroxiácido e retinol: Não pense que só porque os dois acabam com as rugas, seus efeitos são maiores se usados juntos. “Pelo contrário. Aplicados um em cima do outro, podem irritar e até queimar a tez”, alerta Roberta. Use-os em noites alternadas.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 315