De olho num público que cresce a cada dia, a Cnoga Medical Ltd., líder no desenvolvimento e fabricação de dispositivos médicos inovadores, não-invasivos, e sem dor para uso pessoal e médico

Texto: Redação | Foto: Divulgação 

 Atualmente, cerca de 387 milhões de pessoas vivem com diabetes no mundo, mas quase metade,ou seja 179 milhões, ainda não foi diagnosticada, de acordo com o Atlas da Diabete. No Brasil, mais de 13 milhões de pessoas convivem com a doença, o que representa 6,9 da nossa população, segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes. E, todos os dias, estima-se que surjam 500 novos casos

No entanto, as complicações e riscos da doença são eminentes. Ela é conhecida também como a "doença silenciosa" ou assintomática, já que muitas vezes os sintomas demoram a se manifestar ou não são percebidos pelos pacientes.

A diabetes é caracterizada por altos níveis de glicose no sangue, chamado de hiperglicemia, que podem causar sérios problemas de saúde em diferentes vasos e órgãos do corpo.Sabe-se que fatores genéticos influem em seu desenvolvimento, mas também fatores ambientais predominantes como o excesso de peso/obesidade; alimentação excessivamente rica em açúcares e gorduras e falta de atividades físicas, também contribuem para o seu desenvolvimento.

De olho num público que cresce a cada dia, a Cnoga Medical Ltd.,  líder no desenvolvimento e fabricação de dispositivos médicos inovadores, não-invasivos, e sem dor para uso pessoal e médico, acaba de lançar o Combo-Glucometer TensorTip (CoG), um glicosímetro híbrido não invasivo e invasivo personalizado, que permite monitorar frequentemente o nível de glicose sem punções constantes.

Esse dispositivo é calibrado para uso individual e é para ser usado como uma tecnologia de prevenção e controle dos níveis de glicose, sem que o paciente tenha que furar o dedo.