A terapia de constelação familiar surge como um método rápido e eficaz para assuntos amorosos, familiares e profissionais

Texto: Redação | Foto: Divulgação



Os relacionamentos fazem parte da rotina e, consequentemente, trazem alegrias e preocupações. Sejam amorosos, profissionais ou no âmbito familiar, sempre pensamos em melhorar algo. 

Assim, a terapia de constelação familiar surge como um método rápido e eficaz para assuntos nesse contexto. 

“Muitas vezes não sabemos lidar com situações complexas que surgem na nossa vida e por mais que tentemos com outras técnicas, acabamos ficando no racional. A constelação atinge níveis de consciência diferentes, portanto, trabalhamos no inconsciente para encontrar as respostas a todas essas questões”, explica Juliana Isliker, coach de constelação familiar. 

Para quem não sabe ao certo do que se trata, a especialista conta que é uma técnica terapêutica de representação aliada a algumas dinâmicas de grupo e psicodrama. 

“É uma terapia aplicada à solução de problemas de algumas questões, que podem ser de ordem afetiva, financeira, prosperidade, sucesso profissional, brigas familiares, heranças, entre outras, de uma maneira bem aprofundada”, esclarece. 

Por conta disso, a constelação acredita que somos produtos dos nossos ancestrais: em primeira instância, produto do nosso pai e da nossa mãe, e eles, por sua vez, dos pais deles e avós, e assim por diante. 

“Além disso, na constelação familiar acreditamos também que nada passa em branco na vida. Qualquer sentimento e situação que nos fez sofrer ou nos trouxe alguma dor fica guardado, até que seja olhado, trazido à consciência e, então, é resolvido”, finaliza. 

@ julianaislikercoach