Será que você não está exagerando no tamanho do salto? Conversamos com especialistas para descobrir os impactos negativos que os sapatos de salto alto podem causar quando usados com muita frequência

Reportagem: Monique Zagari Garcia

maleficios-do-salto-alto-pes

O alongamento e a prática de atividades físicas são capazes

de afastar os malefícios do salto alto em nosso corpo

Foto: Shutterstock 

Na correria do dia a dia, muitas vezes não percebemos, mas nosso corpo pode estar sendo prejudicado por causa do salto alto. 

Segundo o Dr. Luiz Alberto Nakao Iha, ortopedista da Clínica Healthme Gerenciamento de Perda de Peso (SP), os sapatos de salto alto costumam alterar de forma bastante acentuada a biomecânica da região lombar e dos membros inferiores, chegando até mesmo a provocar alterações vasculares. "Isso acontece porque ao utilizar sapatos com salto, que podem chegar a mais de 20cm de elevação, ocorre uma sobrecarga da região anterior dos pés, ou seja, o peso do corpo fica concentrado em uma área pequena logo abaixo dos dedos", explica.

Quando perguntamos sobre as principais alterações que nosso corpo pode sofrer, ele nos contou que o uso constante do salto alto também pode causar um encurtamento muscular na região posterior das pernas, dores musculares, além de exigir bastante dos tendões e ligamentos que estabilizam essa articulação e evitam entorses, podendo até provocar inflamação nos tendões. Já na região lombar, ocorre um aumento da curvatura (hiperlordose), podendo levar a uma sobrecarga da musculatura dessa região. Na parte vascular, o uso excessivo do salto pode diminuir a contração muscular e com isso, o retorno venoso, podendo provocar um edema nas pernas.

Para Lucas Leite, ortopedista do Hospital e Maternidade São Luiz (SP), os sapatos de salto alto provocam malefícios ao corpo se forem usados de forma exagerada ou em mulheres que não praticam atividades físicas e alongamentos. “O salto alto não causa problemas à saúde da mulher se usado de forma ponderada, alternado com sapatos baixos de até 3 cm de salto, ou em casos em que a pessoa pratica atividade física e/ou alongamentos”, afirma.

Como amenizar o impacto do salto alto

Por falar em atividades físicas, o Dr. Luiz Alberto Nakao Iha esclarece que a melhor forma de estar preparada para andar de salto alto é associando o bom condicionamento físico (principalmente da região lombar e panturrilhas) com atenção ao alongamento da parte posterior dos membros inferiores. Outras dicas são importantes para reduzir o esforço ao utilizá-los: tentar permanecer sentada sempre que possível, utilizar um calçado mais confortável no trajeto de casa para o trabalho (e vice-versa), se alongar a cada 2 horas para facilitar a circulação e diminuir o stress sobre a musculatura e tendões e usar meias elásticas para facilitar o retorno venoso e evitar que as pernas inchem.