Fique por dentro das recomendações do especialista sobre os sintomas e saiba como tratar a torcicolo

Veja como é possível tratar a torcicolo

O tratamento varia de acordo com a causa que origina as dores. Segundo Helder Montenegro, fisioterapeuta e especialista em coluna vertebral, presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna – ABRC, diretor do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral, no caso do torcicolo traumático, por exemplo, a recomendação é que o indivíduo faça repouso durante as primeiras 24 horas. “Os meios físicos e técnicas manuais de inibição muscular são usadas nas primeiras sessões com a finalidade de promover analgesia e relaxamento muscular. Já nos casos de torcicolo adquiridos no nascimento, a recomendação é que o tratamento seja feito com alongamento muscular e medidas analgésicas”, esclarece.

É importante ressaltar que antes de realizar qualquer tratamento, deve-se buscar ajuda de um ortopedista e, em seguida, de um fisioterapeuta. “Nessa circunstância o ideal é que o tratamento com o médico não permaneça muitos dias com imobilizadores (colar). Já no tratamento por meio da fisioterapia é preciso evitar movimentos bruscos ou alongamentos na fase inicial da técnica. À medida que a dor for diminuindo é necessário realizar mobilizações articulares e alongamento dos músculos”, orienta.

“O momento certo de procurar um especialista é quando os sintomas permanecem pelo período maior que 24 horas. Quando há perda de força ou formigamento no braço, se está associado com dores de cabeça e aparecimento de febre, a ajuda de um médico é imprescindível”, alerta.

 

*Por Kelly Miyazato / Foto Shutterstock / Agradecimentos ao Dr. Helder Montenegro, fisioterapeuta e especialista em coluna vertebral, presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna – ABRC, diretor do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral.