Além de tratamentos estéticos e cremes específicos, uma boa alimentação e exercícios físicos são importantes para manter o corpo em dia

Texto Karine César | Foto: Shutterstock | Adaptação web: Estela Lopes

A luta contra os temidos furinhos não se faz só com produtos caros, tratamentos estéticos e novos hábitos alimentares. A prática de exercícios é fundamental, e algumas modalidades são ainda mais eficazes nesse caso. 

A dobradinha entre aeróbicos e musculação — especialmente os aparelhos que trabalham os membros inferiores — é campeã. “Enquanto oprimeiro acelera a queima de gordura,a musculação aumenta o volume e a tonicidade muscular, garantindo uma melhora na estética corporal”,enfatiza Eduardo Netto, diretor técnico da Bodytech Company, do Rio de Janeiro (RJ). 

Os exercícios também ajudam a melhorar a circulação local,o que contribui para reduzir o quadro inflamatório. As duas atividades podem ser feitas no mesmo dia ou intercaladas, dependendo da disponibilidade da praticante. “O ideal é intercalar para que seja possível ter estímulos distintos e, dessa forma, tempo para a recuperação”,aconselha o especialista. Além disso, para ter sucesso nessa batalha, não se esqueça da alimentação: evitar doces e frituras, beber muita água,consumir frutas e legumes e apostarnos peixes ricos em ômega-3, como salmão, o atum e a sardinha, que diminuem o inchaço.