Prepare-se seis meses antes de subir ao altar! Afinal, quem não quer estar maravilhosa no dia do casamento?


Reportagem: Lela Malzone

noiva

Siga o calendário de beleza da noiva e fique linda
no dia do casamento
Foto: Danilo Borges / Realização: Tomaz Souza Pinto /
Cabelo e maquiagem: Júnior Mendes

Nada mais natural do que querer estar maravilhosa no dia do casamento. Para isso, é essencial seguir à risca o nosso calendário da beleza e ver o que você pode — e deve! — fazer para chegar com um visual maravilhoso no dia do sim.

Comece a maratona pré-altar desde os seis meses que antecedem o dia do casamento. Confira as dicas:

6 meses antes de subir ao altar

Se a ideia é ser uma noiva maravilhosa, daquelas de deixar boquiabertos o amado e os convidados do casamento, comece agora a cuidar do seu visual. A primeira fase da mudança engloba todos os tipos de intervenções cirúrgicas, assim você tem tempo suficiente para um pós-operatório tranquilo.

Lipoaspiração:

Se mesmo após uma rotina regrada de malhação e alimentação balanceada aquela gordurinha localizada insiste em f­icar ali, bem na sua cintura ou nos culotes, é bem provável que você seja candidata a uma lipoaspiração. “A técnica é indicada para mulheres que estão bem próximas do seu peso ideal, mas com alguns pontos de gordura localizada”, explica Rodrigo Otávio Carbone, cirurgião plástico (SP). Sob anestesia local associada à sedação, o médico aspira, com a ajuda de uma cânula bem ­fininha, a gordura localizada. Depois da cirurgia é essencial usar cinta modeladora por 45 dias e fazer, no mínimo, dez sessões de drenagem linfática para amenizar o inchaço típico após a operação. O resultado demora cerca de três meses para aparecer.

Otoplastia:

As famosas orelhas de abano têm solução. E se elas já a incomodavam antes, não será bem no dia do seu casamento que você deixará de usar o penteado dos sonhos por causa delas. E o melhor é que você tem tempo suficiente para se recuperar. “O resultado de uma otoplastia pode ser notado 25 dias após a operação, quando não tiver mais inchaço. Já a cicatriz estará totalmente imperceptível após cinco meses”, explica Alexandre Barbosa, cirurgião plástico (SP). Depois da cirurgia é primordial usar uma faixa cirúrgica ao redor da cabeça para comprimir as orelhas e ajudar a amenizar os inchaços.
Em tempo: na otoplastia é possível reduzir o tamanho da orelha, assim como o do lóbulo.

Mamoplastia:

Ela pode ser de aumento (com próteses de silicone) ou redutora. Em ambos os casos é preciso saber que haverá uma cicatriz após a cirurgia: no sulco mamário ou na aréola (por onde são inseridas as próteses de silicone) ou no formato de “T” invertido (quando for feita a redução das mamas). Independentemente do caso, é preciso usar sutiã pós-operatório por 45 dias para ajudar no processo de recuperação e amenizar o inchaço das mamas. Recomenda-se também fazer sessões de drenagem linfática. No primeiro mês após a cirurgia é proibido dirigir, fazer ginástica e movimentos bruscos com os braços. Depois desse período, a vida volta ao normal.

Cirurgia de miopia:

Quem não enxerga direito pode optar em fazer uma cirurgia para se livrar dos óculos. Afinal, esse é um acessório que noiva alguma pensa em usar no grande dia. “A recuperação depende da técnica cirúrgica. No entanto, a Lasek (cuja técnica levanta uma f­ina camada do epitélio corneano, que é recolocada posteriormente e, após a cirurgia, é colocada uma lente) elimina a possibilidade de existirem complicações, sendo por isso indicada a todo tipo de paciente, uma vez que não há qualquer tipo de corte na córnea; naturalmente após uma criteriosa avaliação oftalmológica”, indica Sandra Alice Falvo, oftalmologista do Instituto de Moléstias Oculares (IMO - SP). A médica alerta que os primeiros três dias depois da cirurgia são os que mais necessitam de atenção e a paciente não deve coçar ou esfregar os olhos para evitar algum tipo de traumatismo. É possível assistir à TV, ler ou usar computador no mesmo dia da cirurgia. Atividades f­ísicas sem contato, como academia, podem ser iniciadas nos dias seguintes à cirurgia; já esportes de contato e em piscina ou mar devem ser evitados por pelo menos um mês. O resultado, em geral, demora apenas algumas horas para aparecer.