A aromaterapia pode trazer inúmeros benefícios, principalmente para o sexo feminino! Respire as propriedades que esta técnica tem a lhe oferecer...

Reportagem: Carla Festucci

aromaterapia

Os óleos essenciais da aromaterapia podem ser aplicados em banhos, inalações ou massagens

Foto: ShutterStock

A aromaterapia é uma técnica que consiste na cura de sintomas físicos e emocionais pela aplicação de substâncias aromáticas naturais - os chamados óleos essenciais. Eles podem ser aplicados de diversas maneiras, sendo as mais comuns massagens, banhos e inalações.

"Os aromas naturais, conhecidos como óleos essenciais, são extraídos diretamente das plantas, seja de sua raiz, de seu caule, semente, flor ou fruto. Eles possuem propriedades e ações terapêuticas, além de propriedades farmacológicas", explica Samia Maluf, aromatóloga e psicóloga da By Samia Aromaterapia.

Segundo ela, é importante não confundir óleos essenciais com essências. "As essências são aromas sintéticos desenvolvidos em laboratórios, que podem muitas vezes reproduzir com perfeição o cheiro do couro novo ou de um pão recém saído do forno, por exemplo. São substâncias mais baratas e agem apenas em nossa memória olfativa, já que não possuem ação terapêutica", afirma.

A aromaterapia está se tornando cada vez mais procurada. Para Samia, isso é resultado da grande busca por tratamentos complementares - as chamadas terapias alternativas -, principalmente relacionados à área emocional, aos problemas decorrentes do estresse e, também, aos problemas respiratórios.

E para o sexo feminino a vantagem é imensa! "As mulheres se beneficiam muito da aromaterapia, já que ela auxilia em várias alterações hormonais, como TPM e menopausa, e problemas decorrentes, como enxaqueca, má circulação, calores, entre outros", aponta a aromatóloga.