Especialistas explicam quais são os riscos de consumir água do volume morto

Texto Carolina Caprioli | Edição Cáren Nakashima | Adaptação Rebecca Nogueira Cesar

Água

Especialista explica os riscos de tomar água do volume morto

Foto: Shutterstock

Se eu beber água do volume morto corro risco de saúde?

O abastecimento de água está em crise em certas regiões do País. Algumas pessoas já notaram que o líquido não é mais o mesmo, com uma aparência diferente, principalmente na coloração.

Isso pode ser causado pelo fornecimento proveniente do volume morto – a água que fica no fundo das represas, abaixo do nível de captação das comportas e que acumula sujeira, sedimentos e metais pesados.

Está com medo de matar a sede? Vale tomar alguns cuidados, então. “O tratamento deve ser mais rigoroso, pois as impurezas retidas no fundo podem fazer que haja um crescimento de micro-organismos que alteram a qualidade da água, contaminando-a”, alerta Alvaro Pulchinelli, médico diretor regional da Associação Paulista de Medicina (SP).

Para se prevenir, valem os cuidados básicos: jamais beba o líquido direto da torneira, filtre antes de beber, higienize e troque regularmente os filtros e, na dúvida, recorra à água mineral engarrafada

Revista Corpo a Corpo | Ed. 313