Descubra as possíveis causas do efeito sanfona e como ele pode destruir seus planos de emagrecimento, de acordo com a opinião de um especialista

Por Kelly Miyazato

Dietas radicais podem contribuir para
causar o efeito sanfona
Foto: Divulgação

Além da predisposição para oscilações de peso, sexo e idade, o efeito sanfona acontece com maior frequência em pessoas que são adeptas de dietas radicais. De acordo com Luciano Negreiros – endocrinologista (RJ), isso ocorre quando há a diminuição drástica da quantidade de alimentos ingeridos, consequentemente há uma redução do hormônio leptina (responsável pela saciedade) e aumento de grelina (encarregada de estimular o apetite). “Como os dois atuam na regulação do metabolismo, favorece o efeito sanfona. Ou seja, você fica suscetível à tentação da gula. Devido à falta de alimento, o organismo possui um mecanismo de defesa que facilita o ganho de peso, pois armazena a comida com maior facilidade”, explica.

“Não adianta emagrecer o corpo, sem mudar a cabeça. Se não mudar o pensamento, pode engordar de novo e cair no efeito sanfona”, alerta.

 

*Agradecimentos ao Luciano Negreiros - endocrinologista e autor do livro “Emagrecimente”.