Conheça quais são os sintomas do enfarte e saiba quando procurar o hospital

Texto Amanda Nicácio e Priscila Pegatin | Edição Cáren Nakashima | Adaptação Rebecca Nogueira Cesar

Enfarte

Os sintomas do enfarte são diferentes para homens e mulheres

Foto: Felipe Lessa

De olho nos sintomas

Homens e mulheres sentem coisas diferentes antes de um enfarte. De acordo com Fausto Ferez, cardiologista do Hospital e Maternidade São Luiz (SP), as mulheres podem não sentir dores no peito, já entre os homens, 90% dos enfartados apresentam este sintoma. “Geralmente elas se queixam de fadiga, sentem a respiração curta e têm distúrbio do sono”, diz. Mas a dor no peito pode pintar, porém, Costa explica que a intensidade não é a mesma que a do sexo oposto.

“Durante a tensão pré-menstrual elas sentem dores nas mamas e, por isso, subestimam a dor cardíaca”. Então, fique atenta, pois os sintomas mais comuns podem ser facilmente confundidos: pressão na parte superior das costas; tontura ou vertigem; falta de ar; pressão no peito; dor nos braços, costas, pescoço, mandíbula ou estômago. Se você sentir algum desses por mais de cinco minutos, procure um cardiologista.

Coração partido?

A cardiomiopatia de Takotsubo, conhecida como a síndrome do coração partido, pode acometer mulheres geralmente acima dos 67 anos. É facilmente confundida com o enfarte, pois seus sintomas iniciais são parecidos, mas não há obstruções nas artérias. “O desenvolvimento da síndrome ocorre depois de estresse físico ou emocional, principalmente após a menopausa”, comenta Fernando Morita, cardiologista do Hospital Israelita Albert Einstein (SP). A medicação facilita a contração do órgão, que em 95% dos casos é reversível. Entre quatro a oito semanas, o coração se regenera.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 317