Siga as orientações do American College of Obstetricians and Gynecologists (ACOG) e saiba se você pode praticar exercícios durante sua gravidez

Texto: Cáren Nakashima | Adaptação: Nathália Henrique

Saiba se você pode fazer exercícios durante a gravidez

Foto: Fausto Roim

Contraindicações absolutas

Cardiopatia, doenças pulmonares restritivas, incompetência cervical/cerclagem, gestações múltiplas com risco de parto prematuro, sangramento persistente no 2º e no 3º trimestre, placenta prévia após a 26ª semana de gravidez, ameaça de parto prematuro, rotura de membranas, pré-eclâmpsia/doença hipertensiva específica da gravidez.

Contraindicações relativas

Anemia grave, arritmias cardíacas, bronquite crônica, diabetes tipo Imal controlado, obesidade mórbida, baixo ganho de peso, histórico de estilo de vida extremamente sedentário, restrição de crescimento intrauterino, hipertensão mal controlada, limitações ortopédicas, doenças convulsionantes mal controladas, hipertireoidismo mal controlado, tabagismo.

Sinais para interrupção imediata do exercício

Sangramento vaginal, dispneia, tontura, dor de cabeça, dorno peito, fraqueza muscular, dor ou edema na panturrilha, parto prematuro, diminuição dos movimentos fetais, perda de líquido amniótico.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 317