A herpes ocular pode se manifestar após episódios de estresse intenso. Saiba mais sobre a doença

Redação Corpo a Corpo | Adaptação: Nathália Henrique

Saiba mais sobre a herpes ocular

Foto: Danilo Borges

Irmã da labial, a herpes ocular é provocada por uma infecção pelo Herpes simplex virus (HSV). Os sintomas são vermelhidão na região, lacrimação, ardência e visão turva. “Geralmente entramos em contato com o vírus na infância. Ele invade os olhos e chega ao gânglio trigeminal (nervos que ficam atrás dos olhos), onde encontra condições ideais para se instalar”, explica Renato Augusto Neves, cirurgião oftalmologista (SP).

Ao longo da vida, principalmente depois de episódios de estresse intenso, o vírus faz o caminho devolta para a córnea e manifesta a doença. “Por isso, o estresse e abaixa imunidade funcionam como os principais gatilhos para impulsionaro seu aparecimento”, alerta o cirurgião.

Não há prevenção contraa doença, uma vez que metade da população mundial já entrou emcontato com o HSV. Incurável, o tratamento deve ser prescrito por um especialista e iniciado imediatamente para evitar a multiplicação do víruse o comprometimento da córnea – dependendo do grau da infecção, ela pode até cegar. E lembre-se sempre de evitar o estresse, o grande vilão da atualidade.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 318