A alta frequência de treino combinada à falta de descanso entre sessões pode resultar no overtraining. Saiba como evitar este problema e manter sua imunidade nas alturas!

Por Caroline Randmer | Foto Shutterstock | Adaptação web Ana Paula Ferreira



Se você sofre com quedas no sistema imunológico quando pega firme na malhação, saiba que você não está sozinha nessa. O problema é mais comum do que parece. “Ao contrário do que muita gente pensa, não é a atividade física intensa que compromete a imunidade, mas a frequência alta de treino combinada à falta de descanso entre sessões”, explica Luiz Noboru, educador físico da Bodytech Eldorado, de São Paulo (SP). É o que chamamos de overtraining

Para evitar o problema e bater o cartão na academia sem ter que se preocupar com a saúde, basta conversar com um profissional de educação física e montar um cronograma que contemple dias de repouso. “É preciso considerar que, após o treinamento, o músculo precisa de 48 horas para se recuperar e repor nutrientes como água, carboidratos,  proteínas e minerais”, diz Luiz Noboru.

Outros sintomas do overtraining:

- Cansaço anormal
- Irritabilidade
- Falta de vontade de malhar
- Lesões agudas e crônicas
- Ausência de apetite
- Perda de força
- Contusões e resfriados frequentes
- Dores de cabeça
- Sede
- Insônia
- Tremor nas mãos
- Ansiedade

Quer conferir mais cuidados de saúde e treino? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!