Tentando engravidar? Evite os hábitos que prejudicam a fertilidade e melhore suas chances de ter um bebê

Por Amanda Nicácio | Edição Cáren Nakashima | Adaptação Ana Paula de Araujo

Hábitos que prejudicam a fertilidade

Hábitos que prejudicam a fertilidade

Foto: Shutterstock

Às vezes, investir muita energia e dinheiro pode não trazer a tão esperada gravidez. Por isso, antes mesmo de recorrera tratamentos para fertilidade, é muito importante olhar ao seu redor e repensar nos pequenos hábitos que podem prejudicar a sua fertilidade. De acordo com Fabio Cabar, doutor em obstetrícia e ginecologia e especialista em reprodução humana (SP), o cigarro diminui o tempo fértil dos óvulos, assim como sedentarismo, obesidade, poluição, estresse, drogas, bebidas e alimentos com muito agrotóxico. E isso não se aplica somente para as mulheres. “Ter um filho é uma responsabilidade do casal. Ambos precisam manter hábitos saudáveis não somente antes, mas também depois do nascimento do bebê”, destaca o especialista.

Transar mais aumenta as chances de engravidar?

Fazer mais sexo no mesmo dia não aumenta as chances de engravidar. Para casais que não possuem problemas de fertilidade, o ideal é transar todos os dias ou a cada dois dias. Isso faz que o espermatozoide fique mais “fresco” e saudável, perfeito para a fertilização. Mas se o casal está em tratamento, a frequência muda para uma vez a cada dois ou três dias, o que dá ao organismo do homem a oportunidade de construir a melhor qualidade e quantidade de esperma.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 317