Que elas são essenciais para emagrecer e controlar o peso você já sabe. A seguir, você conhece cinco males que pode prevenir turbinando o consumo de fibras (inclusive prisão de ventre)

Texto Vand Vieira e Giuliana Cury | Adaptação Ana Araujo

Consumir mais fibras previne doenças cardíacas, prisão de ventre e outros males

Você sabia que a pipoca é uma (deliciosa) fonte de fibras? Prepare sem manteiga ou óleo

Foto: Shutterstock

Além de serem essenciais para o controle do peso, aumentando a sensação de saciedade e, consequentemente, fazendo você comer menos, as fibras dão uma forcinha para o organismo em diversos aspectos. Gabriela Martinez da Costa, nutricionista, de São Paulo, cita quais males esse importante nutriente pode evitar:

1. Câncer de cólon

Você já ouviu falar que uma dieta rica em fibras é fundamental para o intestino funcionar bem, certo? A explicação, cada vez mais reforçada por estudos científicos, é que sua versão insolúvel (encontrada em grãos integrais, por exemplo) consegue absorver ácidos que seriam capazes de formar o tumor.

2. Alteração no colesterol

Quando solúvel, em aveia e cascas de frutas, contribui para produção de géis que alteram a absorção e controlam os níveis de colesterol no intestino. E mais: as fibras insolúveis têm relação com os sais biliares e reduzem a formação de gordura.

3. Risco cardiovascular

Uma dieta pobre em fibras eleva os níveis de proteína C reativa (PCR) no organismo. Ela aumenta o risco de doenças cardíacas e acidente vascular cerebral (AVC).

4. Diabetes descontrolado

A fibra solúvel ajusta o açúcar no sangue, ajudando a impedir os picos de glicose. Pesquisas com pessoas que a consomem apontam um risco 27% menor de desenvolver diabetes tipo 2.

5. Prisão de ventre

Fez o número 2 menos de três vezes nas últimas duas semanas ou teve dificuldade e sensação de evacuação incompleta? Reforce a ingestão de fibras para dar um empurrãozinho na produção do bolo fecal, estimulando o funcionamento do intestino e o crescimento de suas bactérias boas.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 325

Assine já a CORPO e garanta 6 meses grátis de outro título