Saiba quais são os problemas de saúde que o uso no anabolizantes pode causar

Por Fernanda Cury

8 problemas que o anabolizante pode causar

O uso errado de anabolizantes pode causa alguns problemas de saúde

Foto: Caio Mello

Se para conquistar coxas grossas e torneadas, barriga dividida em “gomos” e braços musculosos for preciso recorrer ao uso de anabolizante, é bom ficar esperta.

Com esse “pacote” de transformações físicas você vai conseguir outras mudanças nada agradáveis. “A mulher que recorre aos anabolizantes fica com a pele cheia de espinhas, queixo pontudo, cabelo ralo e olhos mais saltados”, comenta Sandra Hugenneyer, dermatologista (SP). “E os danos estéticos não são os únicos nem os mais graves”, alerta Nabil Gorayebe, cardiologista especialista em Medicina do Esporte (SP). “O anabolizante é um adubo de coisas ruins. Se a mulher tem alguma célula cancerígena, esses hormônios vão fazer que o câncer se espalhe de forma muito acentuada no organismo”, afirma o especialista. Os esteroides também dão força para as principais causas de morte da população feminina. “Eles causam a hipertensão arterial e transformam o coração em uma ‘bomba-relógio’”, alerta Nabil Gorayebe. Saiba quais os problemas que os anabolizantes podem causar:

Problema: doenças hepáticas
Como ocorre: uma dose muito alta pode causar uma intoxicação aguda do fígado, levando à morte. “O uso moderado, ao longo de anos, destrói lentamente o fígado, até virar uma cirrose”, alerta Adriana Moretti, endocrinologista (SP).

Problema: doenças cardíacas
Como ocorre: segundo Nabil Gorayebe, os anabolizantes aumentam o colesterol ruim (LDL) e diminuem o bom (HDL). Com isso, as artérias acumulam placas de gordura que podem levar à hipertensão arterial e problemas cardiovasculares. 

Problema: surgimento de acne
Como ocorre: “Os esteroides estimulam a atividade das glândulas sebáceas, aumentando a chance de elas entupirem e causarem espinhas”, explica Sandra Hugenneyer.

Problema: aumento da agressividade
Como ocorre: segundo uma pesquisa do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas se São Paulo (IPq), os anabolizantes diminuem a produção de receptores de serotonina em regiões do cérebro relacionadas ao controle da agressividade. “Por isso, usuárias têm grande chance de se tornarem mais impulsivas e ansiosas”, diz Silvana Chiavegatto, coordenadora da pesquisa. 

Problema: calvície e cabelo ralo
Como ocorre: “Além de aumentar a oleosidade do couro cabeludo, o anabolizante enfraquece o bulbo capilar, onde os fios nascem”, avisa Sandra Hugenneyer.

Problema: infertilidade
Como ocorre: “O uso de esteroides pode fazer a mulher parar de ovular, e o pior, ficar estéril”, alerta Edson Borges, médico especializado em medicina reprodutiva (SP). 

Problema: pelos acentuados e diminuição de mamas
Como ocorre: “Como a droga imita a testosterona, que é o hormônio masculino, as características do homem passam a se desenvolver no corpo da mulher”, afirma Edson Borges.

Problema: mudança da voz
Como ocorre: “Como as pregas vocais são músculos, os esteroides agem sobre elas, deixando-as inchadas, dificultando a sua vibração” explica Marta Assumpção de Andrada e Silva, professora de fonoaudiologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP).

Revista Corpo a Corpo | Ed. 261