O nutriente ajuda na manutenção do peso e no bom desempenho dos amantes da corrida. Conheça e entenda a importância da fibra

Texto Isadora Couto

Veja os benefícios da fibra para os amantes da corrida

Foto: Divulgação 

A alimentação é uma das principais preocupações dos atletas antes de uma prova de corrida, porém, é necessário o cuidado na hora de escolher quais alimentos devem ser consumidos. A ingestão correta de cada nutriente é essencial para ter um bom desempenho, mas, uma das grandes dúvidas é saber como e quando ingerir os alimentos ricos em fibras, que se consumidos de forma incorreta podem causar desconforto gástrico durante a atividade física.

As fibras se dividem em dois grupos: as solúveis, que auxiliam na eliminação das gorduras nas artérias; e as insolúveis, que agem no funcionamento do intestino. "As fibras solúveis se encontram em alguns alimentos como o farelo de aveia, granola e cevada, já as insolúveis estão, principalmente nas versões integrais de alguns alimentos", explica a nutricionista do Oba Hortifruti, Daísa Pinhal.

É importante não deixar de lado esse nutriente, pois ele contribui para o bom funcionamento intestinal e ajuda no controle da pressão arterial. Para que esse nutriente não interfira no desempenho do esportista, o ideal é evitar seu consumo um dia antes e no dia das provas, e só ingerir alimentos que contenham fibras até duas horas depois da corrida, fazendo uma alimentação balanceada e equilibrada.

Confira alguns alimentos que são excelentes fontes de fibra:

Farelo de aveia:  essa é a parte do grão mais rica nesse nutriente. A quantidade de fibras recomendada por dia é 35 gramas. A porção recomendada de farelo de aveia (30 gramas ou duas colheres de sopa) contém 4,6 g desses nutrientes, ou seja, 18% do que precisamos ao dia.

Cevada: 100 gramas de grãos fornecem boas quantidades desse nutriente, aproximadamente 12 gramas, por isso é considerada um alimento funcional.

Granola: uma mistura de frutas secas, grãos (aveia, fibra de trigo e flocos de arroz), sementes (amendoim, castanha de caju e castanha-do-pará) e açúcar mascavo, que também ajudam a manter a sensação de saciedade.

 Alimentos integrais: trigo, arroz, pães e biscoitos, que nessa versão apresentam alta quantidade de fibras, além de fornecerem outras vitaminas e minerais importantes para o nosso organismo.