Especialistas afirmam que os produtos orgânicos são menos agressivos para a pele

Texto: Estela Lopes | Foto: Shutterstock 

 

Na hora de comprar maquiagem existem muitas opções expostas e nunca sabemos quais os tipos que não são prejudiciais para a saúde de nossa pele. É necessário sempre atentar-se às marcas e usar com moderação para que o rosto não sofra com acnes, aumento da oleosidade e ressecamento 

Leia Mais: 
Pele saudável: quais os cuidados que devemos ter durante o Outono?
Delineado gatinho: aprenda como fazer e arrasar na make
Extensão de cílios: novo queridinho das mulheres

Pensando em você, a CORPO conversou com as especialistas e sócias Ana Carolina Romeiro e Bianca Gabriel, da Unna Beauty, para entender a diferença das maquiagens veganas, orgânicas e naturais.  

“Considerando que as maquiagens orgânicas incluem todos os pontos positivos dos produtos naturais e veganos, os benefícios oferecidos nela são muito maiores, portanto, são as menos agressivas. Nós acreditamos que consumir maquiagem orgânica é um processo que vai além da estética, mas é um cuidado com o corpo, meio ambiente e animais, que muitas vezes são explorados e usados para dar origem ao produto vendido nas prateleiras de grandes farmácias”, afirmaram. 

Entenda a diferença: 

- Natural: não há uma regulamentação específica, o que gera uma certa subjetividade fazendo com que muitos produtos que dizem ser naturais, muitas das vezes não são. Para que sejam considerados naturais, os produtos devem possuir em sua fórmula 95% de ingredientes naturais e 5% de ingredientes orgânicos. 

- Orgânica: para que o produto tenha o selo de orgânico, significa que ele segue as regras do produto natural e, no mínimo, 95% da sua constituição é de ingredientes de produção orgânica, ou seja, por cultivo sem agrotóxicos.

- Vegana: para ter tal designação não pode ter envolvimento com ingredientes que sejam derivados de animais, além de não possuir claramente testes em animais. Respeitando essas normas o produto poderá ser denominado vegano.

As especialistas ainda alertam que a durabilidade dos três tipos depende da escolha do conservante utilizado pelo fabricante. “O produto natural não é obrigatoriamente artesanal ou feito em casa. Os produtores podem investir em conservantes naturais de alta qualidade, o que aumenta o tempo de vida do produto”, finalizaram.

Quer saber mais sobre beleza? Assine nossa revista e a receba mensalmente.