Já ouviu falar sobre contorno e strobing, mas não sabe como usar essas técnicas de maquiagem a favor da sua beleza? Aqui, um time de experts vai ajudá-la nessa missão!

Texto Marcela Zanetti | Adaptação Ana Paula Ferreira

As técnicas de contorno e strobing ajudam a destacar ou esconder pontos do rosto

Foto: Shutterstock

Os truques de maquiagem para destacar ou esconder certos pontos do rosto começaram a ser explorados pelas mulheres comuns, como eu e você, há pouco tempo, mas ganharam um boost de popularidade graças aos tutoriais na internet e às dicas das blogueiras de beleza. Seja para dar definição ao desenho do rosto, seja para iluminar e deixar o look com um glow maravilhoso, nossos especialistas contam qual é a melhor estratégia para conseguir efeito máximo.

Contorno

“A técnica de criar luz e sombra pode ser aplicada na face, nos olhos, na boca e até no corpo”, observa a maquiadora Jake Falchi, da M.A.C. “Utilizando cores mais escuras de bronzers e de bases, ela funciona para disfarça imperfeições e dar profundidade ao rosto.” 

Para a maquiadora oficial de Maybelline NY Brasil, Juliana Rakoza, a exploração dos contornos vem de estudos sobre visagismo e foi ficando popular quando celebridades começaram a mostrá-la na internet. “É um jeito de reforçar as características faciais usando corretivo e pó, além de base, alguns tons mais escuros do que a pele da mulher”, descreve. 

Na hora de escolher a textura do produto, prefira os em pó. “É o que vai durar mais e o mais versátil para construir o make”, ensina o maquiador Lu Ramos, do M.G.Hair Design, em São Paulo. “São ideais para esfumar melhor”, acrescenta Juliana. 

Para acertar na cor, eleja um cosmético que seja até dois tons acima da sua cor de pele natural. “Em alguns casos, até prefiro que seja apenas uma tonalidade de diferença para uma finalização mais natural. Vai depender do resultado desejado. Se quiser um rosto mais demarcado, opte pelos dois tons”, sugere Lu Ramos.

Strobing

A palavra assusta, mas vem do inglês e significa “estroboscópio”, aparelho que ilumina um objeto em movimento. A intenção aqui é esta mesmo: jogar luz nos pontos do rosto que deseja destacar e, com isso, disfarçar imperfeições. “Nessa técnica você não vai enxergar resquícios de maquiagem ou de cores mais escuras na pele. É prático e difícil de errar”, diz Jake. 

Para colocar em prática, basta escolher um iluminador ou pó que seja uma tonalidade abaixo do seu tom de pele original. “É necessário iluminar apenas pontos específicos do rosto, como alto das têmporas, ponta do nariz, queixo e um pouco na testa, bem acima das sobrancelhas”, indica Lu Ramos. 

Fuja da tentação de clarear o rosto, que não é legal. Prefira iluminadores em nuances de bege e oliva”, aconselha Lu. Para não exagerar, o correto é aplicar o produto dando leves batidinhas apenas nas áreas que quer realçar, com os dedos ou com pincel adequado, e não distribuindo-o no rosto todo. E nada de passar iluminador na testa! “Isso pode dar a impressão de oleosidade ou acabar destacando demais os poros”, avisa o maquiador. 

Quer conferir mais dicas de maquiagem? Então corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!