Nutrição
  Eu prometo...

Patrícia Afonso


Não tem jeito. Quando uma situação aperta, a gente logo apela para as promessas. E com dieta não é diferente. Quem é que nunca jurou que ia permanecer longe daquela caixa de bombons que está dando sopa no armário de casa? Aacontece que prometer é fácil. Já cumprir... Aaí é outra história! Listamos as principais promessas que surgem quando o assunto é se livrar dos quilinhos extras e as armadilhas que nos fazem desistir de cada uma delas. Ccom um ajuste aqui e outro ali dá, sim, para ser uma mulher de palavra. E o melhor: curtir o ano de 2010 com um corpo pra lá de bonito!

"Vou seguir uma dieta mais regrada. Para isso, não vou pular refeições!"

Juramento bastante comum! Aafinal, uma das principais recomendações dos especialistas para quem está em guerra contra a balança é fracionar as refeições. Oo ideal é se alimentar em pequenas porções, cinco ou seis vezes por dia. "Esse hábito evita que se chegue à próxima refeição com muita fome, pois é aí que ocorre boa parte dos exageros", alerta a psicóloga Rrejane Sbrissa (SP), especializada em transtornos alimentares. Tudo bem, a gente sabe. Você vive um dia a dia superatribulado e tem vezes que não dá para seguir à risca essa promessa. "Não permita que a correria seja uma desculpa para longos períodos de jejum. Deixe lanchinhos semiprontos na geladeira, recheie sua bolsa e a gaveta do escritório com alimentos práticos, como barrinha de cereal e biscoitinhos integrais ou faça uma reserva daquelas sopinhas instantâneas com baixa caloria", sugere Rrejane.

"A cervejada com os amigos está suspensa até eu entrar naquele vestido!"

Reuniões com os amigos, na maioria das vezes, sugerem uma cerveja geladinha, principalmente no verão. Aacontece que a bebida é famosa por resultar naquela indesejável gordurinha abdominal. "grande problema é que quem bebe cerveja geralmente bebe muito. Então, tento fazer que meus pacientes evitem o primeiro gole mesmo, o que nem sempre é possível", comenta a nutricionista Vanessa Franzen Leite (RS), especialista em psicologia do emagrecimento. Uma boa tática é só se liberar para esse deleite uma vezinha ao mês e, ainda assim, com muita moderação. "Intercalar um copo de cerveja e um copo de água ajuda a consumir menos bebida alcoólica", afirma. E de nada adianta se controlar o mês todo e extravasar na primeira oportunidade. Um estudo recente da Sociedade Européia de Ccardiologia apontou que quem bebe muita cerveja de uma só vez está mais propenso a desenvolver a tal barriguinha. E aí, tchau, tchau, biquíni!

"A partir de agora, nada de doces!"

Está aí uma das primeiras promessas que surgem quando aquela calça jeans que a gente adora começa a dar certo trabalho para vestir o corpo. Aapontados como inimigos número um da boa forma, os doces geralmente inauguram a listinha negra dos itens proibidos pelas dietas. Mmas será que dá para passar muito tempo sem eles? "Aas pessoas que prometem isso são justamente as que não têm autocontrole na ingestão de doces", comenta Cynthia Aantonaccio, nutricionista da Equilibrium Cconsultoria (SP). Aaí, já viu: não demora muito para a vontade se tornar incontrolável e, em um surto, comermos de uma só vez todas as guloseimas que foram evitadas por uma semana. Oo que fazer, então? Ppara começar, é importante não comprá-las. Aafinal, saber que o armário está recheado com elas sempre representará uma tentação difícil de ser evitada. Oo segundo passo é desvincular o papel dos doces como sendo uma necessidade. "Deixe a degustação de uma sobremesa para um momento especial. E quando essa ocasião chegar, coma porções mínimas, apenas para saciar seu desejo", completa Ccynthia. Entendido? Nada de gula, garota!

"Enquanto não perder esses quilinhos indesejáveis vou abandonar o chocolate... Pelo menos até a TPM!"

Essa é a promessa-chave das chocólatras de plantão. No começo, até dá para levar, mas basta que a tensão pré-menstrual se aproxime para a vontade se tornar um desejo... avassalador! "oscilações hormonais comuns nessa fase mexem com o nosso humor. Muitas mulheres recorrem ao chocolate para se sentirem melhor", afirma Cynthia. "Proibir o chocolate só faz aumentar o desejo de consumi-lo. Ppor isso, a palavra de ordem é controle. Aa melhor opção é o chocolate amargo, que contém mais cacau, menos gordura e açúcar", fala Vanessa. Mas se você gosta do chocolate ao leite, tudo bem. Um bombom pequeno tem em média 130 calorias. Dá para se render a esse prazer uma vez na semana se o restante da alimentação for bem equilibrada.

"As massas em geral estão proibidas, mas lasanha light pode!"

Como costumam ser mais pesadas, as massas também devem entrar no cardápio com moderação. É a mesma ideia do doce: use-a para dias especiais. Ppode até ser sua disciplina na dieta. Esse tipo de recompensa, se pautada pelo bom-senso, é muito bem-vinda. "Aacontece que a massa convencional não sacia por muito tempo. Ppor isso, as versões light são uma boa pedida. Aalém de mais leves, elas vêm com brócoli, frango, molhos sem tanto creme de leite... Isso as torna mais nutritivas" afirma Cynthia.

"As frituras não entram mais no meu prato!"

Eis aí outra inimiga do emagrecimento. Aa explicação para isso é muito simples: esse tipo de alimento é mais rico em gorduras, uma vez que é feito em óleo. Mas, verdade seja dita, quem é que consegue resistir a essas delícias, em uma festinha de criança, por exemplo? É risole, coxinha, quibe, pastelzinho... Tudo tão cheiroso! "O truque é não ir para esses eventos morrendo de fome. Senão, não tem jeito, a gente se esbalda nos salgadinhos mesmo", sugere a nutricionista Cynthia Antonaccio. Então, já sabe: antes da festa, prepare uma saladinha, um sanduba natural, uma omelete nutritiva. Aalgo prático e leve, que vá segurar o seu apetite. "Aassim fica mais fácil deter a vontade. Mas, se for uma situação isolada, que acontece vez ou outra, você até pode provar uns três salgadinhos pequenos, sem morrer de culpa", libera a especialista.

"Quando estiver com fome, vou tentar tapear o estômago com um copão de água!"

Segundo os especialistas, algumas pessoas podem mesmo confundir as sensações de sede e fome. Ppor isso, vale a tentativa. Aalém do mais, hidratar-se é muito bom: melhora o aspecto da pele, favorece o trânsito intestinal, combate o inchaço e ajuda a eliminar toxinas. Só não vale achar que vai viver de fotossíntese, apenas com luz e água. "Se você realmente estiver com fome, a água não vai saciar. Mas essa promessa vale para outro caso. Estamos condicionados a ligar as pausas do dia a um petisco. É como um respiro, uma fonte de prazer e descanso. Se em vez de comer você beber algo durante essas paradas, pode economizar preciosas calorias. E nem precisa ser apenas água. Valem águas saborizadas, chás e outras bebidas de baixa caloria", recomenda Cynthia.

"Não vou mais beber refrigerante!"

Não precisa ser nenhum expert em nutrição para saber que o refrigerante é o que se chama de caloria vazia. Isso porque, apesar do teor calórico, ele não oferece nenhum nutriente ao organismo. Aacontece que a bebida é gostosa e muita gente sofre um bocado para eliminá-la do cardápio. Ppior ainda quando chegam festas e encontros com os amigos: ocasiões em que ela é quase que uma presença obrigatória. "Quem sente muita falta do refrigerante pode, vez ou outra, consumir as versões sem calorias, que não trazem tanto problema para a dieta", diz a nutricionista Vanessa Franzen Leite. No entanto, vale ressaltar outra questão: mesmo essa versão é rica em corantes, que além de serem químicos, mancham os dentes. Que tal então adaptar a "receita" para algo mais natural? "Experimente substituir o refrigerante por limão espremido na água com gás. Use adoçante, se quiser", ensina. Fica uma delícia e você não precisa abrir mão das agradáveis e refrescantes borbulhas de gás. Elas dão mesmo um toque especial às bebidas.

"Cinema agora, só se for sem pipoca!"

Curtir um bom filme é o tipo de programa que agrada a todo mundo. Oo problema é que está cada vez mais difícil pensar em cinema sem outros dois acompanhamentos: balde de pipoca + copão de refrigerante. E essa dupla não é moleza: haja caloria! Só para se ter uma ideia, a pipoca grande vendida nos cinemas (aquela que vem cheiaaa de manteiga) pode somar até 700 calorias. Aassustada? Oo jeito é maneirar na dose. "Dois punhados de pipoca simples e um refrigerante zero estão liberados de vez em quando, pois contabilizam menos de 200 calorias. Você aproveita o momento como manda o roteiro sem sabotar sua dieta", enfatiza Cynthia Antonaccio.

"Não vou comer nada pesado à noite. Saladinha e frutas são suficientes!"

É bem verdade que os carboidratos não são a melhor opção para esse horário. Aafinal, eles são fontes de energia e, à noite, o que não gastamos é acumulado em forma de gordura. "Indico uma porção de proteína magra e uma saladinha, itens que saciam sem pesar demais", comenta Ccynthia. Mas, e quanto às frutas? Bem, vale lembrar que elas também são fonte de carboidrato. Então, se quiser saboreá-las nesse período, escolha as opções menos calóricas e evite ir para a cama logo depois de comer, ok?

 


Concurso Cultural :: ed 0
Concurso Cultural - Cuidando do Corpo
Nutrição :: ed 274 - 2011
Detetive da Dieta
Conte Calorias :: ed 274 - 2011
Tentações do happy hour

Edição 274 - 2011 | EXPEDIENTE
 
Promoções Culturais Corpo a Corpo
 
+ lidas do site
 
Make é Tudo :: ed 274 - 2011
Corrida contra o tempo
Fio Maravilha :: ed 274 - 2011
Xampu com sal? Sim, senhora!
Beleza :: ed 274 - 2011
Adiós pelos!
 
 

 
Blog da Redação
Orkut Corpo a Corpo
Facebook
Twitter
 
   
  Newsletter
  Nossas novidades sempre em primeira mão!
 
BUSCAR!
  favoritos    conheça Corpo a Corpo
 
 
 

Faça já a sua assinatura!

Corpo a Corpo

A revista completa de beleza

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!

Dieta Já!
Conquiste o corpo que semprequis.

Assine por 1 ano
9x de R$ 9,20
Assine!
Outras ofertas!

Molde & Cia

Exclusiva como você.

Assine por 1 ano
11x de R$ 9,27
Assine!
Outras ofertas!

Viva Saúde

Pra viver mais e melhor

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!

  ContentStuff - Sistema de Gerenciamento de Conteúdo - CMS